Home / Vida em Família / Família de menino de 8 anos que morreu em acidente na BR-277 em Curitiba pede justiça | Paraná

Família de menino de 8 anos que morreu em acidente na BR-277 em Curitiba pede justiça | Paraná

O menino chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital. As duas mães e a mana do menino irlandês feridas na batida, mas se recuperaram.

O motorista, segundo a polícia, fugiu posteriormente o acidente. Clebson Pedrosa, 35 anos, se apresentou na Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) de Curitiba no sábado (5).

Nilton Ribeiro, o jurisconsulto que representa Clebson, disse que o rapaz se apresentou espontaneamente e que não tinha bebido. Em saudação à família de Nikollas, o jurisconsulto não quis comentar estratégia de resguardo.

Nikollas tinha oito anos e chegou a ser socorrido, mas não resistiu. – Foto: Reprodução / RPC Curitiba

Na delegacia, o motorista pediu desculpas e disse que fugiu por pavor. Adriana Rodrigues de Sousa, mãe de Nikollas, disse que não é para a família que ele deve pedir perdão.

“Primeira peça para Deus e tenha a consciência de que não vá repetir o mesmo erro, que não vai fazer mais matar, não vai tirar o rebento de ninguém”.

Motorista pediu desculpas à família ao se apresentar na delegacia. – Foto: Reprodução / RPC Curitiba

A mãe do menino também se mostrou incomodada com o indumento de o motorista não mostrar o rosto ao dar entrevista.

“Não esconda o rosto. Quando peço perdão para alguém, eu não inferior a minha cabeça. Eu olho nos olhos da pessoa e falo me perdoe, eu errei, não vou fazer mais ”, desabafou Adriana.

Segundo a mulher, Nikollas era um menino prestativo e que estava sempre tentando ajudar a família de qualquer jeito.

“É um sentimento que eu não consigo nem descrever. Parece que acabaram com a vida da gente. Fecho meu olho ou olho para o carruagem e vem toda a imagem, cada pedaço da cena ocorrida ”.

‘Não esconda o rosto’, disse a mãe de Nikollas ao motorista que provocou acidente. – Foto: Reprodução / RPC Curitiba

A esposa de Adriana, Raquel Dambrati, disse que quer justiça pela morte do menino.

“Porque se uma pessoa tem capacidade de deixar a gente lá, não prestou socorro, não oferece em zero e ainda diz que está em desespero. O que a gente estava passando lá? Outras pessoas enriquecidas até nós, e ele fugiu ”.

A mana de Nikollas concordou com a mãe e disse também querer que o motorista seja punido.

“Eu perdi o meu irmão. Brigava com ele, era normal de qualquer irmão, mas eu perdi o meu irmão ”, desabafou Kellen Rodrigues Luza.

Coche ficou destruído posteriormente acidente na BR-277, em Curitiba – Foto: Tony Mattoso / RPC

A Polícia Social continua investigando o acidente.

Segundo a polícia, várias ações estão sendo realizadas para apurar a dinâmica dos fatos e verificar se a versão dada pelo interrogado condiz com o que realmente aconteceu.

O jurisconsulto Nilton Ribeiro, que representa Clebson Pedrosa, disse que o rapaz se apresentou espontaneamente. “Uma vez que tínhamos combinado com o solicitador”.

Segundo o jurisconsulto, Clebson deu detalhes sobre o que aconteceu e disse que não calor bebida alcoólica.

“Ficou esclarecido que em momento qualquer houve bebida alcoólica. Ele estava trabalhando de dia e tinha ido visitar parentes ”.

Neste momento, o jurisconsulto não quis comentar em quais são as diretrizes de resguardo vai usar.

“O momento é de saudação pela família da párvulo que faleceu”.

VÍDEOS: Mais assistidos do G1 Paraná

Inspirado no Post: Se Quiser Ver o Original

Check Also

Porquê é verosímil a família melhorar a rotina de estudos da rapaz? | Araucária – Notícias

Oriente texto não tem a pretensão de ser um manual, mas de apresentar dicas viáveis …